Sobre Arlindo Ruggeri

Nasceu  em Novo Hamburgo, aos 19 de julho de 1906. Era casado com Maria Oliveira Pinto Ruggeri. Músico profissional, era um exímio instrumentista ao piano, nas marimbas, pistão, violino e violão. Sua orquestra era a alegria dos Clubes Sociais e no tradicional Hotel Sperb de Tramandaí, abrillhantava os jantares, festas e bailes dos veranistas. Nas sessões de cinema do antigo cine Guarani, fazia a trilha musical que acompanhava os filmes mudos. Sua música animava os bailes de carnaval, participava dos blocos de grupos organizados na sociedade local, como o União Juvenil. Foi nomeado primeiro maestro, com a criação da Banda Municipal pelo Decreto 13, de 4 de fevereiro de 1952 e Lei municipal 14 de 5 de fevereiro do mesmo ano. Era funcionário municipal ligado ao Departamento de Educação e Ensino, no cargo de Diretor da Banda, classe PP M.2.


Sem dúvida alguma, Arlindo Ruggeri, músico instrumentista de rara competência e inspiração admirável, carnavalesco, maestro e cidadão dedicado, ofereceu sua vida à cultura hamburguense. Com a Banda Municipal realizou centenas de eventos públicos e beneficentes, shows e apresentações em praças, escolas, clubes e cerimônias oficiais do município de Novo Hamburgo, e a convite, em outras localidades.