Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo

A Orquestra de Sopros De Novo Hamburgo é um dos grupos orquestrais mais antigos do Estado do Rio Grande do Sul.

Em 2017, completou 65 anos de atividades ininterruptas, legado que se iniciou em 1952, com a criação da Banda Municipal, sob a regência de Arlindo Ruggeri. 

 

Tombada como patrimônio histórico, artístico e cultural do Município desde março de 2008, a OSNH reforça seu papel na preservação da memória musical de nossa cidade e região. 

 

A OSNH apresenta uma formação instrumental estruturada nos instrumentos de sopro e percussão. Essas formações, chamadas Bandas Sinfônicas, começaram a ganhar força e projeção a partir da primeira metade do século XX, o que possibilitou a execução de repertórios bastante diversificados. Desta forma, o repertório da OSNH também transita do popular ao erudito, passando pelas trilhas sonoras e música temática, o que pode contemplar a participação de solistas diversos – cantores, coros ou instrumentistas.

Núcleo de Jovens Orquestras


4 polos EMEFs 
 

Arnaldo Grin – Bairro Santo Afono –  Diretor Fernando Bertuzzi

Eugênio Nelson Ritzel- Bairro São José-  Diretora Denira Liesenfeld

Martha Wartenberg – Bairro Canudos – Diretora Simone Oliveira

Bento Gonçalves – Bairro Lomba Grande – Diretor Filipe Mertins

25 vagas por polo 

15 violinos

6 violas

3 violoncelos

1 contrabaixo    

      

Alunos-carga horária semanal  em cada polo

1h/aula : instrumento

1h/aula: teoria e percepção musical

1h/aula: prática de conjunto

Equipe de Trabalho: 

Professores:

Violino: Davi Garcia

Viola: Gustavo Reis Ferraz

Violoncelo: André Wentz

Contrabaixo e Teoria e Percepção Musical : Ismael Almeida

Coordenação Geral: Gustavo Mulller

Coordenação Pedagógica: Renato Santos

Secretária: Aurea Feijó

Projeto subvencionado pela PMNH através da Secretaria Municipal  de Educação.